Temas fortes vinculam a nossa orgulhosa história industrial com os nossos pontos setoriais fortes - e estes são a empresa e a inovação. Desde a revolução industrial até aos dias de vanguarda modernas que a investigação em Ciências da Vida tem desempenhado, na nossa região, um papel fundamental no crescimento e no valor da construção.

Central para a nossa estratégia regional, estamos a desenvolver clusters de setores de elevado crescimento:

Engenharia Avançada

A Grande Birmingham foi o berço da Revolução Industrial, ganhando títulos como a "Oficina do Mundo" e a "Cidade dos Mil Negócios". Este património industrial já antigo ajudou o desenvolvimento do setor da Engenharia Avançada, que começou com bicicletas, progrediu para veículos a motor e já levou a desenvolvimentos inovadores na área da tecnologia de veículos movidos a energia de hidrogénio, elétrica e híbrida, e à produção de outras energias renováveis.

Sede de mais de 4 500 empresas de engenharia avançada, a Grande Birmingham é um centro de atividades de engenharia avançada. Junto com os investimentos em amplos locais de engenharia avançada, uma força de trabalho altamente qualificada e uma forte linhagem em engenharia de precisão, é um local ideal para que as empresas possam operar, crescer e realizar uma Investigação e Desenvolvimento de elevado valor. Além disso, a presença dos principais fabricantes e uma cadeia de abastecimento forte criou enormes oportunidades para as PMEs poderem prosperar e expandir.  

  • A produção e a engenharia geram mais de £7,2 mil milhões para a economia da região.
  • 84 mil pessoas trabalham na área da engenharia avançada na Grande Birmingham.
  • Mais de 9 500 trabalhos na área da Produção Avançada foram criados com a ajuda do Investimento Estrangeiro Direto nos últimos 10 anos (Dados MBRO)
  • A Grande Birmingham tem acesso a mais de 90% do mercado do Reino Unido a uma distância de quatro horas, incluindo estar apenas a 75 minutos de Londres.
  • Uma localização central no coração da rede de fornecedores, mais reduzidos custos de logística relacionados com ligações aéreas, rodoviárias e ferroviárias, fornecendo acesso a 400 milhões de pessoas em toda a Europa.
  • A Grane Birmingham tem acesso a 18 universidades e a 22 mil estudantes de engenharia e tecnologia a uma distância de uma hora de carro.
  • Mais de 15% da força de trabalho qualificada do Reino Unido em Engenharia Avançada está na região de West Midlands.
  • A Grande Birmingham possui a maior concentração de emprego ligado ao ramo automóvel no Reino Unido.
  • A região é responsável por 42% da Investigação e Desenvolvimento no ramo automóvel no Reino Unido.
  • O melhor acesso a todas as FOM de automóveis com sede no Reino Unido a uma distância de três horas e a todos os aspetos da cadeia de abastecimento, incluindo fornecedores de Nível 1, 2, 3.
  • 60% de toda a produção de automóveis do Reino Unido pode ser encontrada num raio de 100 km de Birmingham.
  • A região representa 30% da força de trabalho do ramo automóvel do Reino Unido

 

Serviços Profissionais e Financeiros

A Grande Birmingham tem um forte perfil como um local preferido para as empresas no Setor dos Serviços Profissionais e Financeiros. Subjacente à proposição da região está a massa crítica de talentos profissionais, com especialidades do setor como os recursos humanos, seguros e direito.

  • A maior hub BPFS regional no Reino Unido gera £15,4 mil milhões para a área 
  • A maior concentração de serviços profissionais no Reino Unido fora de Londres
  • Um dos maiores mercados de seguros na Europa consiste em muitas organizações de nicho e à medida 
  • Sede da maior Ordem de Advogados do Reino Unido
  • O maior centro regional para as principais empresas de contabilidade
  • Excelente disponibilidade de escritoórios de Grau A na cidade de Birmingham, incluindo Brindleyplace, Colmore Business District e Snowhill
  • Uma localização estratégica sem precedentes no coração da rede de autoestradas e ferrovias do Reino Unido; o que permite chegar à capital em menos de 75 minutos
  • Birmingham é uma das únicas quatro cidades do Reino Unido a ter mais de 10 mil profissionais da área financeira 
  • Uma massa crítica de talentos profissionais, incluindo especializações em RH, seguros e direito
  • 6 universidades e 18 instituições de ensino superior localizadas na região

 

Ciências da Vida

Uma forte base para a indústria das ciências da vida, a região combina grandes instalações de I&D, uma forte colaboração entre universidades e empresas, bem como uma das maiores, mais diversificadas e não-transitórias populações de pacientes da Europa. Com instalações clínicas de vanguarda, escala e diversidade populacionais e parcerias pioneiras entre académicos e clínicos, a Grande Birmingham está verdadeiramente na vanguarda da tecnologia médica e da saúde global.

  • Mais de 500 empresas de tecnologia médica, mais do que qualquer outra região do Reino Unido. Fonte: Departamento de Negócios, Inovação e Competências de 2014
  • Instituto de Medicina Translacional com abertura em 2015
  • Comunidade académica clínica reconhecida internacionalmente
  • A maior base de ensaios clínicos na Europa fora de Oxford
  • O pronto acesso a infraestruturas de ciências da vida através do novo Queen Elizabeth Hospital, no valor de £545 milhões
  • Um dos poucos centros que, internacionalmente, podem completar o círculo completo de Medicina Translational (Revisão do Roteiro de Translacional MRC)
  • A Universidade de Birmingham tem a segunda maior escola de medicina no país; as universidades de toda a região fornecem um número significativo de licenciados de alto calibre em medicina, bioquímica, engenharia e áreas afins para atender as necessidades futuras dos investidores
  • Um desenvolvimento £ 60 milhões para criar a segunda escola de medicina da cidade - Faculdade de Medicina de Aston - pretende ser iniciado em 2017
  • Existe uma infraestrutura de TI de elevada qualidade para apoiar a atividade das ciências da vida: o QEHB oferece um histórico mundial na conceção, fornecimento e comercialização de sistemas de apoio à decisão clínica
  • A Birmingham Health Partners, uma aliança pioneira entre académicos e clínicos, maximiza a produção académica clínica e a interação com as PMEs e as empresas farmacêuticas globais
  • A região tem uma reputação internacional e experiência comprovada em programas académicos clínicos, ensaios clínicos e investigação translacional
  • Sede da maior Instaklação de Investigação Clínica Wellcome no Reino Unido, uma Unidade de Investigação Biomédica nacional em doenças do fígado, o primeiro Centro de Cancro CRUK, a maior Unidade de Ensaios de Cancro no Reino Unido e um centro nacional de Investigação em Trauma.
  • Um novo Midland Metropolitan Hospital em Smethwick, no valor de £353 milhões, irá dar um impulso médico e econóimica à região de West Midlands, com os trabalhos de construção previstos para começar em 2016 e terminar em 2019, servindo uma área de mais de meio milhão de pessoas.

 

Tecnologia da Informação, Eletrónica e Comunicações

A Grande Birmingham está a tornar-se cada vez mais numa das regiões mais importantes do mundo para o investimento estrangeiro, e está a desenvolver um forte perfil como um local preferido para os negócios dentro do setor das Tecnologias Ambientais. É já um líder em energias renováveis, de combustíveis de baixo carbono à gestão de resíduos, da bioenergia à energia solar fotovoltaica, a região também disponibiliza o maior programa de retromontagem doméstica no Reino Unido, com a ambição de se tornar uma região modelo para o desenvolvimento sustentável. 

A cidade de Birmingham tem ambições de se tornar um líder "Cidade Verde". Uma declaração de visão lançada em 2013 com foco na política de planeamento, energia sustentável, redução de CO2 e economia verde traça planos para alcançar, até 2027, uma ambiciosa meta de redução de 60% ​​no total das emissões de CO2, em comparação com os níveis de 1990.

  • Um centro global de excelência em investigação académica em tecnologias de baixo carbono e de transporte
  • Universidades, faculdades e parques científicos de topo que fornecem valiosas oportunidades de transferência de conhecimento especializado e tecnologia. 
  • Em 2013, a taxa de crescimento da empresa na área da GBS e da Parceira Empresarial Local de BC foi três vezes a média nacional de 6%
  • 9 mil são colaboradores em cerca de 800 empresas no setor primário de baixo carbono 

Acesso a ativos essenciais, incluindo:

  • O Centro para Sustentabilidade e Inovação e ao Instituto Europeu de Investigação em Bioenergia
  • O Centro de Investigação em Baixo Carbono e especialização em combustíveis de algas, produtos e armazenamento e células de combustível de hidrogénio (Universidade de Birmingham)
  • O Centro de Excelência de Tecnologias de Interface com o Cliente de Veículos Premium (PVCIT) (Grupo de Pordução de Warwick).
  • A Universidade de Birmingham desenvolveu o primeiro transporte de massa alimentado a células de combustível de hidrogénio do mundo, que produz emissões de escape zero e que consiste numa célula de combustível de hidrogénio e cilindros de armazenamento. 

 

Tecnologia Ambiental

A Grande Birmingham está a tornar-se cada vez mais numa das regiões mais importantes do mundo para o investimento estrangeiro, e está a desenvolver um forte perfil como um local preferido para os negócios dentro do setor das Tecnologias Ambientais. É já um líder em energias renováveis, de combustíveis de baixo carbono à gestão de resíduos, da bioenergia à energia solar fotovoltaica, a região também disponibiliza o maior programa de retromontagem doméstica no Reino Unido, com a ambição de se tornar uma região modelo para o desenvolvimento sustentável. 

A cidade de Birmingham tem ambições de se tornar um líder "Cidade Verde". Uma declaração de visão lançada em 2013 com foco na política de planeamento, energia sustentável, redução de CO2 e economia verde traça planos para alcançar, até 2027, uma ambiciosa meta de redução de 60% ​​no total das emissões de CO2, em comparação com os níveis de 1990.

  • Um centro global de excelência em investigação académica em tecnologias de baixo carbono e de transporte
  • Universidades, faculdades e parques científicos de topo que fornecem valiosas oportunidades de transferência de conhecimento especializado e tecnologia. 
  • Em 2013, a taxa de crescimento da empresa na área da GBS e da Parceira Empresarial Local de BC foi três vezes a média nacional de 6%
  • 9 mil são colaboradores em cerca de 800 empresas no setor primário de baixo carbono 

 

Acesso a ativos essenciais, incluindo:

  • O Centro para Sustentabilidade e Inovação e ao Instituto Europeu de Investigação em Bioenergia
  • O Centro de Investigação em Baixo Carbono e especialização em combustíveis de algas, produtos e armazenamento e células de combustível de hidrogénio (Universidade de Birmingham)
  • O Centro de Excelência de Tecnologias de Interface com o Cliente de Veículos Premium (PVCIT) (Grupo de Pordução de Warwick).
  • A Universidade de Birmingham desenvolveu o primeiro transporte de massa alimentado a células de combustível de hidrogénio do mundo, que produz emissões de escape zero e que consiste numa célula de combustível de hidrogénio e cilindros de armazenamento. 

 

Alimentação & Bebidas

A região acolhe uma significativa atividade de produção ligada à Alimentação e Bebidas, com muitas marcas de renome mundial, incluindo a Cadbury, a Coors and Bulmers com sede na região ao lado de muitos produtores regionais e locais de pequena dimensão. Várias empresas de ponta na região lideram a inovação em novas tecnologias alimentares. 

No centro da rede de autoestradas nacionais, a Grande Birmingham é ideal para a distribuição de alimentos em termos da sua localização. Sendo a porta de entrada para o mercado europeu, oferece oportunidades específicas como uma localização de Elevada Qualidade europeia para organizações e empresas internacionais na cadeia de abastecimento, beneficiando do facto de que 90% do mercado do Reino Unido se encontra a quatro horas desta região. 

O mercado local também sustenta uma aglomeração crescente em torno de fornecedores nacionais de cozinha étnica; o que se reflete na população diversificada de Birmingham e continua a ser uma área, onde a vantagem competitiva pode ser adquirida, em especial nos mercados de importação e exportação. Estão prontamente disponíveis competências de nível médio em termos de produção e processamento, com conhecimentos especializados, incluindo alimentação Halal e étnica. Além disso, existe, igualmente, o desenvolvimento de renome mundial de especialização ligada à tecnologia e produção alimentares nas universidades da região e através da atividade de I&D existente. 

  • Acesso a uma base de clientes substancial, mercados grossistas da Grande Birmingham, uma extensa cadeia de abastecimento das PMEs e micro-empresas, excelentes ligações de transportes e acesso a um conjunto de considerável mão-de-obra qualificada
  • Especialização única a nível da alimentação e bebidas de universidades locais, nomeadamente o Departamento de Engenharia de Formulação da Universidade de Birmingham e as Instalações de Inovação Alimentar da Universidade de Birmingham
  • O setor emprega 28 500 pessoas[1] em mais de 1 000 empresas[2]  na área da Grande Birmingham e aproximadamente 58 mil pessoas em mais de 1 500 empresas em todo o West Midlands
  • Níveis saudáveis ​​de investimento estrangeiro, com 31 novos projetos ligados ao FDI na região de West Midlands desde 2009[1]
  • Principais ativos, tais como o acesso a um grande mercado interno, uma longa linhagem de produção e de I&D e uma rede logística de primeira classe[1]
  • Uma base logística excelente, com acesso a 90% do mercado do Reino Unido a uma distância de quatro horas, bem como uma conectividade internacional fornecida pelo Aeroporto de Birmingham

[1] Source: ONS Business Register and Employment Survey

[1] Fonte: ONS Business Counts

3 Fonte: Sistema de Monitorização do Observatório Regional     

4 Fonte: Setores-chave para o Investimento Estrangeiro - PA Consulting, 2011

Your basket

0 items

Contact

Contact Us